5 motivos para propor a produção de livros

Publicar livro em sala de aula

5 motivos para propor a produção de livros

Se você tem dúvidas se deve ou não propor a produção de livros em sala de aula, vamos elencar 5 motivos para que isso aconteça. Afinal, essa atividade precisa começar logo, pois demanda uma série de ações que facilitam o resultado final.

Para nos ajudar nessa tarefa, conversamos com Ideraldo Sérgio Morsoleto, diretor da escola Dr. Osmar Francisco da Conceição, de Macatuba. Aliás, foi nessa unidade escolar que Semeando Autores começou sua missão de estimular crianças e adolescentes a se dedicarem à leitura. Portanto, confira os 5 motivos para começar o projeto hoje!

 

1 – Estimula a interpretação de textos

Segundo o diretor Ideraldo, a proposta de transformar o trabalho em sala de aula e/ou textos desenvolvidos pelos alunos em livro, é uma maneira excelente de motivá-los a ler e a criar textos. “Além de ajudar na interpretação de textos – uma vez que é importante ter um debate em sala para discutir o tema escolhido”, afirma.

 

2 – Aluno se sente importante

“Na faixa etária do ensino fundamental 1 (6 a 10 anos), eles ainda têm o livro como algo mágico, encantador e escrito por ‘alguém muito importante’. E explicar que eles farão parte de um é algo incrível”, complementa o diretor da escola Dr. Osmar Francisco da Conceição.

 

3 – Fim da dificuldade de ler e escrever

“A ideia (de começar a escrever um livro) surgiu da Equipe Escolar em 2005, pois muitos de alunos apresentavam muita dificuldade de leitura e escrita.  Na época, destinamos uma aula por semana de Língua Portuguesa destinada à essas habilidades”, relembra Ideraldo. “Resolvemos então fazer esse projeto com estórias contadas pelos familiares e transformadas em contos. Pensamos em editar um livro de contos. Tivemos o incentivo da Editora Canal 6 e no ano de 2006 conseguimos publicar o nosso primeiro livro A noiva do Bonfim e outros contos, totalmente escrito e ilustrado por alunos”, avalia o diretor.

A cada ano, os pais e familiares participam com orgulho do lançamento dos livros. Presenciamos vários momentos emocionantes por parte dos pais, que cada vez mais incentivam seus filhos a escreverem.

 

4 – Sala motivada

Mas como a escola de Macatuba conseguiu manter os alunos motivados a produzir os textos e/ou desenhos para o livro? “Após o primeiro livro, pensamos em fazer novos livros. Foi quando desenvolvemos o projeto A arte de ser poeta e aí não paramos mais.  A motivação foi crescendo, pois os alunos querem fazer parte dos livros da escola. Também, a cada ano, melhoramos o evento do lançamento dos livros, com danças, músicas, teatro, declamações etc. O que motivou ainda mais alunos e comunidade”, revela.

 

5 – Cria o hábito da leitura, escrita e desenho

Nossos alunos vêm, ao longo do tempo, desenvolvendo cada vez mais o hábito pela leitura, escrita e desenho. Eu sempre gostei de trabalhar com projetos, pois penso que aproxima mais o aluno e a comunidade da escola. Ou seja, essa parceria é bastante positiva para se alcançar bons resultados”, garante Ideraldo. 

 

 

 

Gostou? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas