Xô, Coronavírus

Xô, Coronavírus

Como falar para crianças e adolescentes sobre a ameaça do coronavírus? Como ensiná-los a proteger a si mesmos e às pessoas que amam? Como reduzir a ansiedade que o isolamento social produz neles?

Essas são perguntas urgentes que pais e professores vêm se fazendo, desde que o novo vírus e a pandemia de Covid-19 levou as autoridades sanitárias do país e os governos (federal, estaduais e municipais) a adotarem medidas de distanciamento social, entre elas o fechamento das escolas.

A pandemia de Covid-19 afetou todos nós e de muitas maneiras, claro, mas em especial ela atingiu os estudantes que, de uma hora para outra, se viram impedidos de ir à escola.

A novidade do vírus, o medo de se contaminar e a interrupção da convivência com os colegas e os professores por um tempo tão longo têm gerado nos alunos (principalmente nas crianças pequenas) ansiedade, medo e até raiva — afinal, a vida na escola é um espaço importante da vida social deles.

É assim que vem em boa hora Xô, Coronavírus, livro de Antônio Roque Júnior com Ilustrações de Mary Mos. Nele, uma mãe (Vera) explica com paciência para seu seu filho (João) o que é o coronavírus (Sars-CoV-2), o vírus causador da Covid-19, como ele é transmitido e o que as pessoas devem fazer para se proteger dele.

A história começa com o menino voltando da escola enrolado em fitas plásticas, depois que sua professora (Isa) falou de um “monstrengo” (o coronavírus) vindo de um lugar distante (a China) que fazia as pessoas ficarem doentes e podia até matar. Para que todos pudessem se proteger da nova ameaça, as aulas seriam suspensas.

Com a cabeça cheia de perguntas, João não entende por que não poderá ir à escola, jogar bola na rua, brincar no parquinho ou mesmo visitar o avô (Serafim). Com bom humor, Vera vai esclarecendo cada uma das dúvidas do filho.

Explica, por exemplo, como o vírus passa de uma pessoa para outra e por que o distanciamento social é importante para retardar a transmissão dele. Também diz como João pode se proteger com cuidados simples como usar máscara, lavar as mãos com água e sabão e usar álcool em gel.

Diante da insistência do menino para ver a professora, Vera diz que ele não vai ficar sem aulas, porque o conteúdo será ensinado por videoaulas transmitidas pela internet e o tranquiliza com a promessa de que ela e pai de João vão ajudá-lo a fazer as tarefas da escola.

Por fim, Vera dá a melhor notícia que João poderia receber: o pai havia comprado um celular para o avô Serafim, que até já aprendera com a filha como fazer uma videochamada. Assim, João poderá falar com seu querido avô sempre que desejar.

Conhecer os vírus e como ele é transmitido, manter o distanciamento social e seguir os cuidados de higienização estão no centro da história contada por  Xô, Coronavírus, que funciona como uma excelente ferramenta para pais e professores ensinarem seus filhos e alunos sobre cuidados com a saúde.

 

Informar e educar ainda são os meios mais eficazes para criar nas crianças e adolescentes hábitos saudáveis

 

Xô, Coronavírus é acompanhado de um Caderno de Atividades e um Plano de Aula, oferecendo recursos didáticos extras a professores e alunos.

O conteúdo explora o tema do vírus e o cuidado com a saúde, com dois objetivos em mira:

  • Conhecer sobre os vírus, suas características associando à transmissão de doenças, particularmente a Covid-19.
  • Identificar cuidados essenciais para a higiene do corpo, ambientes e objetos.

 

Destaque para o Caderno de Atividades que ensina a fazer uma máscara personalizada como a que Vera fez para o João, uma maneira lúdica mas educativa de ensinar os alunos sobre os cuidados básicos para se protegerem do coronavírus e de outras microrganismos.

No final do caderno, o/a aluno/a ainda encontra um cartaz para colorir com a frase “Vamos todos ficar bem”, que pode servir para decorar o quarto da criança ou a sala-de-estar da casa.

Por tudo isso, Xô, Coronavírus já merece um lugar especial no arsenal de pais e professores para combater o Sars-CoV-2.

 

Seus alunos têm histórias incríveis para contar?
Entre em contato conosco e tire suas dúvidas

 


    Sim, desejo receber

    Tags:
    ,